2 º Trimestre de 2019 - Drama no Deserto
Comentário da Lição 04 - Aplique o Sangue


8 usuários online   

Segunda-feira, 22/4/2019

Passagem para Liberdade

Fonte: A | A | A
Comentário por Rogério Marques dos Reis envie para um amigo | versão para impressão
Após os hebreus viverem 400 anos no Egito, e muitos deles como escravos chegou o momento de Moisés dirigido por Deus libertar o Seu povo.
Deus sabia que Faraó não aceitaria o pedido de libertação, então, mandou Moisés anunciar as pragas tendo pelo menos dois objetivos definidos:

1. Mostrar quem de fato era Faraó. Um rei mau e arrogante e que deliberadamente não quis seguir e nem obedecer ao único Deus verdadeiro apesar das oportunidades que teve durante tantos anos.
2. Ensinar o povo de Israel que depois de tantos anos de escravidão e condicionamento, que obedecer a um rei pagão não era a melhor escolha afinal haviam se desviado da verdade. Deus demostraria que Faraó não era o seu verdadeiro rei e nem o Egito era o lugar que Deus lhes reservava.

Assim as pragas demonstraram o poder e amor de Deus pelo Seu povo e apresentou quem de fato é Deus, para um Rei que ousou dizer a Moisés: - Quem é o Senhor, cuja voz Eu ouvirei, para deixar ir Israel? - Não conheço o Senhor, nem tão pouco deixarei ir Israel." Êxo. 5:2.

Deus também respondeu ao povo Egípcio que zombava do povo escolhido de Deus dizendo: - Se vosso Deus é justo e misericordioso, e possui poder superior ao dos deuses egípcios, por que não faz de vós um povo livre?"
Portanto após as 9 pragas e a resistência inconsequente de Faraó. Chegou o grande dia, de Deus responder a Faraó:
"Assim diz o Senhor: Israel é Meu filho, Meu primogênito. E Eu te tenho dito: Deixa ir o Meu filho, para que Me sirva; mas tu recusaste deixá-lo ir; eis que Eu matarei a teu filho, o teu primogênito." Êxo. 4:22 e 23.

Deus anúnciou de que o Anjo do Senhor passaria naquela noite em todas as casas do Egito para aplicar o juízo divino.
Portanto através deste episódio surgiu a conhecida Páscoa que em hebraíco se diz Pessach, que significa passagem ou ritual de passagem da escravidão para liberdade.

Pense: Assim como os escravos hebreus, será que hoje não estamos presos a situações,pessoas e pecados que só nos faz mau? Avalie que coisas te prendem, escravizam e te levam para o caminho errado?

Decisão: A páscoa é um símbolo de libertação oferecido de graça por Deus ao Seu povo. Ore com sinceridade nesta semana para ser liberto das coisas que te separam de Jesus. Que tal estender sua oração para algum amigo que também precisa ser liberto! Pratique e viva Coloque o seu comentário abaixo. Participe dando a sua contribuição para esse nosso ambiente de estudo. Você é parte dele! Distribua as bênçãos que Deus lhe confiou, e Ele as multiplicará em sua vida e na dos outros também!

Divulgue o site aos seus seguidores :


Se você aprecia este ambiente, divulgue o endereço em sua igreja e envie este comentário para um amigo


Thiago A. de Oliveira - Baixo Guandu/ES):
PORTAL DA ESCOLA SABATINA www.escolasabatina.com.br
Nome:
igreja/cidade:
E-mail:
Comentário:

Comentário por: Rogério Marques dos Reis
Responsável pela seção dos adolescentes da Escola no Ar desde o seu início em 2001. Atuou durante diversos anos na Classe dos Adolescentes. Profissional da área de negócios, é formado em Publicidade pelo Unasp-EC,casado com Vanda tem duas filhas Rebeca e Priscila e uma netinha Giovanna..
menu de navegação

 


Ainda não foram publicadas atividades nesta semana.

Culto Divino ao vivo (sexta 20h e sábado 9h)
Projeto que financia centenas de Obreiros Bíblicos na janela 10-40!!!

Livro de autoria do Pr. Albino Marks sobre a visão bíblica da origem do Universo. VALE A PENA LER!!!






 
Receba os comentários diariamente no seu e-mail.

Clique e cadastre-se

 
Lições Anteriores
Desde 2005


 

Veja os comentários das outras lições

Adultos
Adolescentes
Jovens

© Escola no Ar 2001-2008 • Todos os direitos reservados
Coordenação › Wanderley GazetaWebmater › Rodrigo Matias
UNASP Engenheiro Coelho