4 º Trimestre de 2014 - 4 Trimestre 2014
Comentário da Lição 05 - O amor e a Lei


22 usuários online   

Sexta-feira, 31/10/2014

Estudo adicional

Fonte: A | A | A
Comentário por Elias dos Santos Vasconcelos envie para um amigo | versão para impressão
Tendo em vista este texto, fico impressionado com o quanto necessitamos conhecer mais a palavra de Deus e tratar melhor nosso semelhante. “Ao apresentar as vigentes reivindicações da lei, muitos têm deixado de descrever o infinito amor de Cristo. Os que possuem tão grandes verdades, tão importantes reformas a apresentar ao povo, não têm reconhecido o valor do Sacrifício expiatório como expressão do grande amor de Deus ao homem. O amor a Jesus, e o amor de Jesus aos pecadores, têm sido deixados fora da experiência religiosa dos que foram comissionados a pregar o evangelho e o próprio eu tem sido exaltado, em vez do Redentor da humanidade. A lei deve ser apresentada aos seus transgressores, não como coisa à parte de Deus, mas antes um expoente de Seu pensamento e caráter. Como não pode a luz do Sol ser separada do Sol, assim não pode a lei de Deus ser apresentada corretamente ao homem à parte do Autor divino. O mensageiro deve estar habilitado a dizer: ‘Na lei de Deus está a vontade divina; vinde, vede por vós mesmos que a lei é o que Paulo a declarou ser - santa, justa e boa’. Ela reprova o pecado, condena o pecador, mas mostra-lhe sua necessidade de Cristo, com quem há abundância de misericórdia, e bondade e verdade. Conquanto a lei não possa absolver a pena do pecado, mas responsabiliza o pecador por toda a sua dívida. Cristo prometeu perdão abundante a todos os que se arrependem e crêem em Sua misericórdia. O amor de Deus estende-se, abundante, à alma arrependida e crente. O estigma do pecado na alma só se pode apagar com o sangue do Sacrifício expiatório. Nenhum sacrifício menor se requereu, do que o sacrifício dAquele que era igual ao Pai. A obra de Cristo - Sua vida, humilhação, morte e intercessão pelo homem caído - engrandece a lei e a torna gloriosa”. Mensagens escolhidas, vol 1, pág 371

Se a lei é a expressão do caráter divino e “Deus é amor” (João 4:8), então o amor é um fio que entrelaça todos os mandamentos que a compõem.

Pense: Se fomos criados por Deus à Sua imagem, temos de projetar em nosso caráter a essência do que Deus é: amor.

Desafio: Como seres imperfeitos, que lutam contra a natureza humana, que é essencialmente egoísta, é possível estabelecer uma meta em nossa conduta diária que efetivamente melhore a projeção que fazemos da imagem de Deus para o nosso próximo mais próximo. Talvez esse possa ser até alguém que nos considera como seu inimigo. Esse é um excelente exercício para a nossa fé.
Coloque o seu comentário abaixo. Participe dando a sua contribuição para esse nosso ambiente de estudo. Você é parte dele! Distribua as bênçãos que Deus lhe confiou, e Ele as multiplicará em sua vida e na dos outros também!

divulgue o site aos seus seguidores


Referência:



Se você aprecia este ambiente, divulgue o endereço em sua igreja e envie este comentário para um amigo


Nome:
igreja/cidade:
E-mail:
Comentário:

Comentário por: Elias dos Santos Vasconcelos
Natural do Amazonas, Manaus, e aluno do 4º ano (2014) do curso de Teologia do UNASP-EC, Elias é da terceira geração de adventista de sua Família. Foi pesquisador bíblico na na Escola Bíblica e no Programa Está Escrito da Rede Novo Tempo. Criou um método de ensino dedutivo da Bíblia, para pós-modernos.
menu de navegação

Ainda não foram publicadas atividades nesta semana.



AR-Alta Resolução BR-Baixa Resolução
Video de até 3 min para introduzir o estudo da lição na igreja
use o botão direito do mouse e escolha salvar destino como ou salvar link como



Abertura para a Classe

Informativo Missões


Lições da Bíblia Novo Tempo
Culto Divino ao vivo (sexta 20h e sábado 9h)
Ministério Ide (janela 10-40)


 
Receba os comentários diariamente no seu e-mail.

Clique e cadastre-se

 
Lições Anteriores
Desde 2002


 

Veja os comentários das outras lições

Adultos
Adolescentes
Jovens

© Escola no Ar 2001-2008 • Todos os direitos reservados
Coordenação › Wanderley GazetaWebmater › Rodrigo Matias
UNASP Engenheiro Coelho