4 º Trimestre de 2019 - Esdras e Neemias
Comentário da Lição 07 - Nosso Deus perdoador


25 usuários online   
Segunda-feira, 11/11/2019

O início da oração

Fonte: A | A | A
Comentário por Gerson Benedito Prado envie para um amigo | versão para impressão
Daniel e Neemias em suas orações ensinam como estrutura apropriada (veja lição 2, 2ª feira - “A oração de Neemias”), (1) reconhecer o poder, a graça e compaixão de Deus, (2) louvá-Lo por essas características, (3) clamar pelo perdão das falhas, erros e transgressões, pessoais e coletivas, (4) suplicar a fidelidade de Deus a Suas promessas, louvando-O por Sua bondade e misericórdia.

Na oração geral do povo, conduzidos por sacerdotes e levitas, bendisseram ao Nome do SENHOR por Sua eternidade, Seu Nome poderoso, como Criador de tudo e todos no Universo e ser o Guardião da vida, recebendo adoração dos seres celestiais, e apesar dessa grandiosidade e solenidade, escolhe e faz compromissos com seres humanos para O representarem diante da criação, como Abraão e sua descendência, e, como diz a Escritura, estabelece e remove reis e reinos (veja Neemias 9:4-8). Destaque-se que na cultura hebraica o nome é mais do que um designativo de individualidade, mas um reconhecimento da personalidade e da importância que a pessoa tem e terá para a sociedade em que vive.

Por isso, o foco do louvor inicial é no Deus Criador e Mantenedor e Fiel. Só o Deus descrito na Bíblia pode ser apontado como Criador, pois é o único que é descrito como tendo feito céus, estrelas, Terra, mar e tudo que esses espaços contêm (Neemias 9:6).

Paulo confirma essa descrição e incentiva a adoração declarando explicitamente que “nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por ele e para ele. 17E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele” (Colossenses 1:16-17) e, a palavra “subsistem” significa “mantêm vivas”.

Pense:Jeová, o Ser eterno, existente por Si mesmo, incriado, sendo o originador e mantenedor de todas as coisas, é o único que tem direito a reverência e culto supremos. Proíbe-se ao homem conferir a qualquer outro objeto o primeiro lugar nas suas afeições ou serviço. O que quer que acariciemos que tenda a diminuir nosso amor para com Deus, ou se incompatibilize com o culto a Ele devido, disso fazemos um deus”. (EGW, PP, p. 215).

Desafio: Ter consciência e firmeza de propósitos em nossa adoração para servir ao Deus Perdoador.
Coloque o seu comentário abaixo. Participe dando a sua contribuição para esse nosso ambiente de estudo. Você é parte dele! Distribua as bênçãos que Deus lhe confiou, e Ele as multiplicará em sua vida e na dos outros também!

divulgue o site aos seus seguidores


Se você aprecia este ambiente, divulgue o endereço em sua igreja e envie este comentário para um amigo


Nome:
igreja/cidade:
E-mail:
Comentário:

Comentário por: Gerson Benedito Prado
Especialista em Gestão do Negócio - ELETROBRÁS e Finanças Corporativas Internacionais; Professor de Administração, Economia, Empreendedorismo e Gestão de Negócios; Economista; Auditor; Analista de Sistemas. Autor de artigos sobre Prospecção de Cenários Público-Econômicos.
menu de navegação
 


Ainda não foram publicadas atividades nesta semana.

Culto Divino ao vivo (sexta 20h e sábado 9h)
Projeto que financia centenas de Obreiros Bíblicos na janela 10-40!!!

Livro de autoria do Pr. Albino Marks sobre a visão bíblica da origem do Universo. VALE A PENA LER!!!



AR-Alta Resolução BR-Baixa Resolução
Video de até 3 min para introduzir o estudo da lição na igreja
use o botão direito do mouse e escolha salvar destino como ou salvar link como

 





 
Receba os comentários diariamente no seu e-mail.

Clique e cadastre-se

 
Lições Anteriores
Desde 2002


 

Veja os comentários das outras lições

Adultos
Adolescentes
Jovens

© Escola no Ar 2001-2008 • Todos os direitos reservados
Coordenação › Wanderley GazetaWebmater › Rodrigo Matias
UNASP Engenheiro Coelho